Estamos em tempo de emergência causada pela pandemia Covid19. É absolutamente imperioso que todos se mantenham o mais isolados possível e com os cuidados de higienização praticados ao máximo. Especialmente a população mais idosa, mais vulnerável, pelo que o município em articulação com as juntas de freguesia disponibiliza apoio no sentido de entregar compras de bens alimentares, medicamentos ou mesmo para a resolução de pequenos problemas práticos que possam aparecer.

A Junta de Freguesia de Monchique encerra a partir de segunda feira, dia 16 de março, a Ludoteca e a Sala de Estudo, no âmbito da contenção do Covid19. Esta situação vai manter-se enquanto as escolas também estiverem fechadas. Outras atividades nos espaços da Freguesia ou apoiadas, como aulas de guitarra, de capoeira, bordados, coseduras, polo museológico de arte sacra, moinho do Poucochinho, também estão suspensas, pelo menos até ao

Portugal não está em situação de muita incidência da propagação do Covid19 mas está a preparar-se para conter na medida do possível os contágios e para responder da melhor forma a todas as situações que possam surgir. A Junta de Freguesia de Monchique está a acompanhar, como é de lei, a situação e a elaborar o seu próprio Plano de Contingência, que a legislação impõe. Nada se prevê, no entanto,

Foi em quatro de março de 1773 que Monchique se tornou concelho efetivamente. O alvará régio de criação tinha sido assinado em 16 de janeiro mas só neste dia de março, após publicação, entrou em vigor. Na altura tinha cinco freguesias, Monchique, Alferce, Marmelete, Mexilhoeira Grande e Senhora do Verde. Mais tarde, Portimão absorveu Mexilhoeira e a Senhora do Verde foi extinta e o seu território dividido entre Monchique e